quarta-feira, 17 de abril de 2013

Aula na sauna

Bem, para quem não sabe, sou professor. Alfabetizo crianças dos 6 aos 10 anos de idade no bairro de Mãe Luiza - Natal/RN

Hoje, eu escrevia no quadro (a giz, quanto atraso!), quando me voltei para a turma, percebi que uma das alunas tinha tirado a camisa. Pode parecer engraçada a espontaneidade da criança, mas a atitude revela um pouco mais.

Perguntei: "o que é isso?", e ela respondeu "está muito calor". E está de fato, muito quente. Entretanto, enquanto nas propagandas do Governo só aparecem escolas reformadas e climatizadas, esse não é o paradigma das escolas do RN.

Em geral, as salas de aula são SAUNAS, sujas e mal equipadas. Na minha escola, e em várias outras, os ventiladores estão quebrados, e mesmo que chegasse ar condicionado, a fiação antiga da escola não suportaria.

Hoje é quarta feira. Na segunda voltei para casa com tontura, dor de cabeça e levemente nauseado. Assim não há como. Não há como pensar numa educação digna, quando seus agentes não são tratados com dignidade. Não há como pensar em transformação, quando estamos na vanguarda do atraso.

Essa é uma luta de toda a sociedade civil, portanto, à luta por uma educação pública de qualidade!

2 comentários:

Universitária, eu? disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Universitária, eu? disse...

Nos meus tempos de escola pública de ensino fundamental I, tive a sorte de estudar em uma escola projetada para o aproveitamento das rajadas de vento(o terreno da escola era amplo e tínhamos muiiito vento), assim sendo, não passávamos muito calor. :(